Search
Close this search box.

O reino de Taylor Sheridan cada vez mais atraente

Reinaldo Glioche

Outro dia essa coluna Play atentou para o fato de que a Paramount – e por extensão seu streaming, o Paramount+ – vivem momento delicado, com mais critério na seleção de projetos em virtude de uma margem de erro reduzidíssima. Essa política de contenção, no entanto, não afeta o sheridanverse, universo criado pelo roteirista, diretor e produtor Taylor Sheridan.

Jon Hamm
Jon Hamm é nova adição no sheridanverse | Foto: Cheryl Mann

Depois da confirmação oficial da renovação de “Special Ops: Lioness”, a oitava série do criador de “Yellowstone” com o estúdio continua anunciando nomes fortes para seu elenco. Depois de Billy Bob Thorton e Demi Moore, foi a vez de Jon Hamm, de “Mad Men” e “The Morning Show”, entrar para o elenco de “Landman”.

Situada nas cidades em expansão do oeste do Texas, “Landman” é uma história moderna sobre como encontrar a fortuna no mundo das plataformas de petróleo. Baseada no notável podcast de 11 partes “Boomtown”, a série é uma história de altos e baixos de criminosos e bilionários selvagens impulsionando um boom tão grande que pode mudar o clima, a economia e a geopolítica.

A nona série, mais um spin-off de “Yellowstone”, estrelada por Matthew McConaughey e denominada “2024” já está em pré-produção.

Sylvester Stallone, Nicole Kidman, Jeremy Renner, Harrison Ford, Helen Mirren e Demi Moore são alguns dos nomes atraídos pelo reinado que Sheridan está construído na TV e no streaming. Além de representar um farol nesses dias difíceis da Paramount, o cada vez mais poderoso produtor e showrunner atrai talentos com um diferencial em relação a figuras como Ryan Murphy, David E. Kelly e Shonda Rhimes: seus programas são hits de audiência sem deixar de ser, também, sucessos de crítica.

Deixe um comentário

Posts Recentes