Search
Close this search box.

As parcerias mais empolgantes do cinema atual

Há algumas parcerias, sejam elas históricas ou recentes, bastante empolgantes no cinema contemporâneo e a coluna as aborda com o merecido entusiasmo

Reinaldo Glioche

Martin Scorsese trabalha pela 1ª vez com seus mais assíduos colaboradores, Robert De Niro e Leonardo DiCaprio. Esse é o hype fundamental de “Assassinos da Lua das Flores”, que chega aos cinemas nacionais em 19 de outubro. A parceria seminal com De Niro, que data da década de 70 e ajudou a forjar o novo cinema americano com autores intransigentes da estirpe de Coppola, Friedkin e De Palma, além do próprio Scorsese, fundou as bases para muitas colaborações entre cineastas e atores nos anos que viriam.

Inclusive entre Scorsese e DiCaprio, que a partir de “Gangues de Nova York” (2002), estabeleceram um relação prolífica que valeu ao cineasta muitos prêmios e sua melhor jornada comercial na carreira com filmes como “O Aviador” (2004), “Os Infiltrados” (2006), “O Lobo de Wall Street” (2013), entre outros.

Yorgos Lanthimos e Emma Stone
O grego Yorgos Lanthimos e a americana Emma Stone, no set de “A Favorita” | Foto: Divulgação

O filme da AppleTV+ agora reúne esses três vértices e mexe com as placas tectônicas da cinefilia; que se flagra velando por novas parcerias tão entusiasmantes quanto. Yorgos Lanthimos acaba de ganhar o Leão de Ouro em Veneza com “Pobres Criaturas”, seu 2º longa com Emma Stone – o 1º foi o oscarizado “A Favorita” (2018). Em entrevista recente, o cineasta disse que já há outros três projetos engatilhados com a estrela, a quem cobriu de elogios. O primeiro deles, é um filme que foi gravado secretamente na Grécia.

Leia também: A ótima safra de filmes da Diamond Films em 2023

Outra parceria recente que enseja as melhores expectativas é entre o cineasta Joachim Trier e a atriz Renate Reinsve, principais forças criativas por trás do arrebatador “A Pior Pessoa do Mundo” (2021). Vem aí o segundo filme pilotado pela dupla. As filmagens de “Sentimental Value” começam em 2024.

Descrito por Juliette Schrameck e Nathanaël Karmitz, produtores associados, como uma história de “família, memória e como precisamos reescrever as histórias que contamos sobre nós mesmos para sobreviver”, o filme trata de Nora (Reinsve), uma atriz, e sua irmã Agnes enquanto lamentam a perda de sua mãe. No meio disso, seu pai, Gustav, retorna após um longo período de ausência. Um “cineasta outrora celebrado”, ele apresenta o roteiro de seu retorno planejado a Nora, que “categoricamente recusa o papel”, recorrendo eventualmente a uma atriz de Hollywood. Com as filmagens em andamento na Noruega, ele “aproveita a oportunidade para reparar seu vínculo com Nora e sua irmã”.

O mexicano Michel Franco encontrou uma colaboradora apaixonada em Jessica Chastain. Eles acabaram de apresentar “Memory” em Veneza e já anunciaram uma nova colaboração com “Dreams”, previsto para começar a ser gravado no próximo verão do hemisfério norte.

Deixe um comentário

Posts Recentes