Search
Close this search box.

Museu de História Natural de Nova York inaugura novo prédio com visual deslumbrante

Redação Culturize-se

Fotos: Divulgação

O Richard Gilder Center for Science, Education and Innovation, reconhecido internacionalmente como uma proeza arquitetônica, foi inaugurado na última semana, levando o Museu de História Natural de Nova York a uma nova era. O centro conta com áreas de pesquisa e acervos científicos de excelência, salas de aula de última geração e exposições altamente inovadoras.

“É com imenso prazer que revelamos esses novos recursos e este magnífico espaço, especialmente neste momento em que a cidade está emergindo do período de pandemia e as pessoas estão ansiosas por oportunidades de aprendizado, surpresa e inspiração”, disse Scott L. Bok, Presidente do Conselho Curador do Museu. “O Richard Gilder Center for Science, Education and Innovation é resultado de uma parceria público-privada exemplar. Em nome do Conselho Curador, agradeço imensamente a todos os apoiadores e parceiros que tornaram possível esta nova instalação.”

O Centro Gilder incorpora a missão do Museu de ciência e educação de diversas maneiras, despertando curiosidade e admiração por meio de novas exposições em espaços de design espetacular. Ele proporciona espaços onde acervos de pesquisa, exposições e aprendizado caminham juntos. Esse esforço destaca ainda mais o papel essencial dos acervos de história natural na promoção de descobertas científicas e como fonte de experiências mais profundas que conectam os visitantes às evidências e aos processos da ciência por meio de exposições e programas altamente envolventes. O novo prédio também melhora a experiência dos visitantes, criando novos caminhos contínuos que atravessam os quatro quarteirões do campus e conectam os edifícios construídos ao longo de quase 150 anos.

O Museu Americano de História Natural é um dos maiores tesouros de Nova York, tornando a ciência e a tecnologia acessíveis a estudantes de todas as idades“, afirmou a governadora do estado de Nova York, Kathy Hochul. “O governo do estado de Nova York tem orgulho de contribuir para a criação do novo Centro Gilder for Science, Education and Innovation, fornecendo financiamento por meio da iniciativa do Conselho de Desenvolvimento Econômico Regional. Este projeto transformador oferece ao público nova-iorquino e visitantes de todo o mundo a oportunidade de vivenciar as novas e vastas perspectivas que o Museu nos proporciona sobre o nosso mundo natural.”

O prefeito de Nova York, Eric Adams, celebrou: “O Museu Americano de História Natural é um símbolo de nossa cidade há décadas, permitindo que os nova-iorquinos vislumbrem as maravilhas do mundo. Este é um dos maiores projetos culturais da história recente da cidade, e estou entusiasmado para ver as exposições inovadoras e envolventes que nossa cidade terá a oportunidade de explorar no futuro.”

Projetado pela Studio Gang, escritório internacional de arquitetura e design urbano liderado por Jeanne Gang, o Centro Gilder é o mais recente de uma série de grandes projetos que transformaram o campus do Museu, seus espaços científicos, educacionais e de exposição e todas as quatro fachadas nos últimos trinta anos. As obras incluem a da fachada que dá para Central Park West (2012 e 2021) e a do “castelo” na 77th Street (2009), que foram cuidadosamente restauradas. Estes grandes projetos incluem:

  • a instalação de galerias de fósseis no quarto andar dedicadas a dinossauros, primeiros vertebrados e mamíferos e seus ancestrais extintos (1996)
  • a criação do Salão da Biodiversidade (1998)
  • a criação do Centro Frederick Phineas e Sandra Priest Rose para a Terra e o Espaço, lar do novo Planetário Hayden e do Salão do Planeta Terra David S. e Ruth L. Gottesman (2000)
  • a reforma completa do Salão da Vida Oceânica Família Milstein (2003) e a reforma do Hall de Meteoritos Arthur Ross (2003)
  • a abertura do Salão das Origens Humanas Anne e Bernard Spitzer (2007)
  • a restauração do Salão de Mamíferos da América do Norte Família Jill e Lewis Bernard (2012)
  • a restauração da fachada que dá para Central Park West e a restauração e reconceitualização do Memorial Theodore Roosevelt (2012)
  • a reforma completa dos Salões de Pedras Preciosas e Minerais Allison e Roberto Mignone (2021)
  • a revitalização do Salão Costa Noroeste (2022)

“Como cientista, fico entusiasmado ao saber que o Centro Gilder promoverá uma maior conscientização sobre os processos interdisciplinares da ciência e servirá como um incentivo poderoso para uma integração ainda mais profunda entre as pesquisas em andamento no Museu e nosso programa de exposições e iniciativas educacionais. Ao mesmo tempo, ele inspirará os visitantes a apreciar e aprender como toda a vida na Terra está interconectada”, afirmou Sean M. Decatur, presidente do Museu Americano de História Natural. “Será uma imensa alegria receber as pessoas no novo Centro Gilder, pois ele anuncia uma nova era de exploração das maravilhas da natureza no Museu.”

Deixe um comentário

Posts Recentes