O fenômeno Podpah

Imagens: Reprodução/Instagram/@mitico/@igao/@podpah

Em 2020, na rasteira do sucesso do Flow Podcast, os amigos Igor Cavalari (Igão) e Thiago Marques (Mítico) decidiram começar seu próprio programa, o Podpah. Eles nunca negaram a influência do produto apresentado por Igor e Monark, mas também desejavam ter algo com a sua própria linguagem, do seu jeito.

Assim, enquanto Monark se afundava em polêmicas e o Flow perdia credibilidade, o Podpah só crescia, atraindo nomes de sucesso e aumentando sua popularidade.

Ao final de 2022, dois anos depois do primeiro programa, o Podpah já era o podcast mais ouvido do Brasil. Recentemente, a Forbes divulgou que, só no 1º semestre de 2023, a empresa faturou R$ 18,5 milhões.

A isso se atribui a química de Mítico e Igão, que conseguem deixar os convidados à vontade para bater um papo que, mesmo roteirizado, parece sempre com uma conversa entre amigos.

Além do “papo reto”, um dos aspectos que fortaleceu o trabalho da dupla foi conversar com artistas que geralmente não tem espaço na mídia tradicional. Artistas do funk, trap e rap são presença constante, e podem contar suas trajetórias e mostrar seu trabalho como raramente o fazem na TV.

Também colabora o trabalho do CEO, Victor Assis, que ajudou a transformar o programa em um hub de conteúdo, que já conta com outras duas atrações: “Quebrada F.C” com Jukanalha e “Rango Brabo”, com Diogo Defante, além de uma nova atração com Pedro Scooby, que será lançada em agosto.

O que os dois querem é divertir, e optam sempre por uma conversa leve, mesmo que tratem de temas complicados. Os convidados são escolhidos por ambos e, nos últimos anos, grandes nomes passaram pelo programa. O Presidente Lula esteve na bancada quando ainda era candidato, e o ator Chris Hemsworth foi convidado recentemente quando esteve no Brasil.

Como tudo na internet tem prazo de validade, os três sócios pensam em formas de diversificar o Podpah, que hoje é uma marca que vai além do programa. Além de diversificar os formatos, eles planejam novos programas, ampliando os temas e também o alcance.

Sem controvérsias aparentes, o trio mostra união quando o assunto é fazer seu produto crescer. A nova sede da empresa, em São Paulo, conta com três andares, três estúdios de gravação e áreas para realizar ações publicitárias.

Essas, inclusive, não param de surgir. Ainda segundo a Forbes, hoje são 33 marcas que anunciam com o canal. São 7 milhões de inscritos no Youtube, 5 milhões no Instagram e mais de 600 milhões de visualizações.

Pode até ser verdade que uma hora o encanto passa e outra novidade surja na internet, mas no ritmo e com os números atuais, não há quem pare o Podpah.