Exposição "Entre" busca entender transformações no Egito

Redação Culturize-se | Fotos: Divulgação

A exposição "Entre", realizada na Casa Gabriel e com curadoria de Carollina Lauriano, reúne obras que exploram diversas dimensões do antigo Egito, abrangendo o território, a realidade física, as ideologias e a religiosidade da época.

Neste mundo que conecta o passado e o futuro, um dos maiores desafios reside em reexaminar a narrativa original da história colonial. A exposição oferece um olhar aberto para as contradições e as disputas de narrativas que permeiam esse processo de transformação.

Carollina Lauriano (foto) selecionou um grupo de artistas notáveis, incluindo Azol, Bertô, Clara Benfatti, Élle de Bernardini, Gabriella Garcia, Gian Spina, Mariana Rodrigues, Renata Vale e Thais Iroko, que, embora apresentem características distintas, compartilham o compromisso com estratégias de revisão, sejam elas poéticas ou críticas.

"Entre" nos leva por uma jornada que abarca desde o auge até a queda do império egípcio, apresentando uma perspectiva contrastante em relação à narrativa predominante no ocidente sobre o Egito. Além disso, a exposição também lança luz sobre uma nação contemporânea que raramente é discutida por aqueles que não estão familiarizados com a verdadeira história da região.

A exposição fica aberta ao púbico até 31 de outubro na Casa Gabriel, espaço de arte focado em fomentar a cultura brasileira, com ênfase na produção nordestina e em novos talentos