Brasil, Richard Linklater e imigração provocam gangorra de emoções em Veneza

Por Mariane Morisawa, de Veeza | Fotos: Divulgação

"Enea", de Pietro Castellitto, captura bem a energia jovem por meio de seus personagens principais, dois amigos inseparáveis, o carismático e extrovertido personagem-título, interpretado pelo próprio diretor, e o introspectivo e tímido Valentino (Giorgio Quarzo Guarascio).

É um filme de gângster, mas o espectador só percebe isso depois de um tempo. E tem toques meio surrealistas para falar também de família, amor e masculinidade hoje.

A maior paulada deste festival até agora é "Green Border", Agnieszka Holland. O filme fala sobre o jogo de empurra de refugiados entre a Polônia, linha de frente da União Europeia, e a Bielorrússia. Nisso, vidas humanas são perdidas ou marcadas para sempre pelo trauma. Holland filma com habilidade esta ação que mostra a complexidade do assunto.

O melhor sorbet para limpar o paladar amargo depois de "Green Border" é "Hit Man", de Richard Linklater, exibido fora de competição. Inspirado em uma história real, traz Glen Powell, também roteirista, no papel de Gary Johnson, um professor sem graça que nas horas vagas ajuda a polícia em escutas.

Um dia, ele precisa assumir o papel do falso assassino de aluguel para gravar os contratantes cometendo o crime de planejara assassinatos. E tudo sai bem melhor do que o esperado, pelo menos até chegar a vez de Madison (Adria Arjona), que encanta Gary. Ele acaba convencendo Madison a desistir, e os dois engatam um romance. Claro que confusão não vai faltar.

"Sem Coração", de Nara Normande e Tião, é o único longa-metragem brasileiro no 80º Festival de Veneza. Derivado do curta-metragem de mesmo nome, tem como personagem principal Tamara (Maya de Vicq), uma adolescente que se prepara para deixar a praia de Guaxuma, em Alagoas, para estudar em Brasília.

Ela não está muito animada por deixar seu grupo de amigos. Sua disposição de ir diminui ainda mais quando ela conhece Sem Coração (Eduarda Samara), a garota que busca riquezas no mar.